A melatonina protege as células do pâncreas

A melatonina é um hormônio que ocorre naturalmente no organismo

A vendas, um hormônio que ocorre naturalmente no organismo humano, e que também é encontrado em algumas frutas e plantas, e pode ser ingerido em forma de suplementos alimentares, melhora a funcionalidade das células do pâncreas e as protege contra o estresse oxidativo, segundo revelou um estudo realizado por uma equipe de pesquisadores da Universidade de Extremadura (Uex).

A melatonia exercia um efeito protetor sobre as células saudáveis do pâncreas ao reduzir o estresse oxidativo está relacionado com o início de processos inflamatórios

A melatonina intervém na regulação dos ritmos circadianos, o que favorece a conciliação do sono, e os cientistas já haviam observado em um estudo prévio, que esta hormona produzida pela glândula pineal favorecia a morte de células de tumor no pâncreas, quando se encontrava em concentrações farmacológicas, com intervalo de 10 mM até 1 mM.

Quando testaram essas mesmas concentrações de melatonia em células do pâncreas de ratos, observaram que exercia um efeito protetor sobre as células, reduzir o estresse oxidativo está relacionado com o início de processos inflamatórios que podem ter como consequência o desenvolvimento de tumores, entre outras alterações.

Os pesquisadores comprovaram que também existia essa relação no caso de pancreatite, e que a melatonina atuava também sobre as células pancreáticas estreladas –que favorecem o desenvolvimento de tumores, pois protegem as células cancerosas contra os tratamentos quimioterápicos– enlenteciendo o crescimento deste tipo celular.

Category: Sem categoria