55% das grávidas muda seus hábitos alimentares

Uma dieta equilibrada durante a gravidez previne complicações e ajuda a controlar o peso.

Mais de metade das mulheres reconhece que variou seu tipo de alimentação durante a gravidez ou a amamentação, e, em 70% dos casos, essa mudança se concentrou em tentar manter uma dieta equilibrada e saudável, segundo revela uma pesquisa que foi realizada a Federação Espanhola de sociedades de Alimentação, Nutrição e Dietética (FESNAD).

Os especialistas recomendam que as mulheres que querem ser mães cuidem de sua dieta e tomar suplementos de ácido fólico e iodo, como mínimo dois meses antes da conceição

52% das entrevistadas admitiu tomar algum suplemento nutritivo, como ácido fólico, ferro, polivitamínicos e minerais. Três de cada quatro usavam óleo de oliva virgem para dar de comer ou vestir os alimentos, 67% costuma cozinhar para o ferro, e a maioria disse que comia a mesma quantidade de alimentos que quando não estava grávida ou a amamentar seu filho.

Os hábitos alimentares são importantes, mesmo antes da concepção, de fato, os especialistas da Sociedade brasileira de Endocrinologia e Nutrição (SEEN), são lembrou que as mulheres que estão plantando engravidar devem começar a cuidar de sua dieta e a tomar suplementos que contenham ácido fólico e iodo, como mínimo dois meses antes da concepção.

Estes especialistas apontam, além disso, que uma alimentação adequada durante a gravidez é um fator preventivo que contribui para reduzir as perturbações típicas da gravidez e a diminuir o risco de doenças, tanto na mãe como no bebé. E também recomendam que o ganho ponderal oscilar entre os 11,5 e os 16 quilos em mulheres com peso normal, e evitar sempre o excesso de peso porque poderia afetar negativamente a saúde do futuro bebê.

Category: Sem categoria