As nozes podem diminuir o câncer de cólon

As nozes são ricas em α-linolênico (ALA), um ácido graxo essencial que tem a capacidade de diminuir a inflamação.

Incluir nozes na dieta habitual pode retardar o desenvolvimento do câncer de cólon porque omega 3 ácidos graxos de origem vegetal que contém este fruto seco pode exercer um efeito benéfico sobre as células que atuam sobre a inflamação, o aporte sanguíneo e o crescimento deste tipo de tumores, segundo as conclusões de um estudo que realizaram cientistas do Centro Médico Beth Isreal Deaconess da Harvard Medical School, nos Estados Unidos.

nos tecidos tumorais dos animais que haviam comido nozes, a quantidade de ácidos graxos ômega 3 havia aumentado em até dez vezes

A pesquisa foi realizada com dois grupos de ratos para os que se lhes haviam injetado em células de câncer ce cólon. A um dos grupos se lhe alimentaram com uma dieta que incluía 60 gramas de nozes por dia, enquanto que os outros tomaram uma dieta semelhante, mas sem porcas.

Ao fim de 25 dias, os pesquisadores comprovaram que os tecidos tumorais de que os animais que comeram castanhas a quantidade de ácidos graxos ômega 3 tinha sido aumentada até dez vezes, incluindo o ácido α-linolénico (ALA), um ácido graxo essencial para diversos processos do organismo, que tem a capacidade de diminuir a inflamação.

O Dr. Christos Mantzoros, que tem dirigdo o trabalho, explicou que esta pesquisa demonstra que suplementar a dieta com nozes provoca mudanças relevantes nos micro ácidos ribonucleicos (miARN), que são os nucleótidos que intervêm na alteração da expressão genética das células cancerosas. O especialista acrescenta que, embora ainda sejam necessários novos estudos, os miARN poderão ser um alvo terapêutico no tratamento do câncer de cólon.

Category: Sem categoria