Já é possível denunciar pela Internet casos de cães acorrentados

A página web, permite denunciar os casos de cães acorrentados em Portugal, mas está disponível em vários idiomas, como inglês, francês e alemão, entre outros.

, Graças a uma nova site já é possível apresentar denúncias, para dar a conhecer a situação em que se encontram muitos cachorros que são acorrentados durante horas. Este tipo de tratos é dada tanto nas cidades como nas áreas rurais, estas últimas com mais freqüência, uma vez que são utilizados como guardiões da casa.

os casos mais leves enviará uma carta para tentar sensibilizar o dono do sofrimento do cão, e os casos graves são encaminhadas diretamente ao tribunal correspondente

A campanha pôr em marcha com o site Sen Cadeas (Sem cordas) conta com um formulário simples em que basta digitar os dados do denunciante (nome, telefone, localidade e e-mail de contato), os quais se pedem para evitar denúncias falsas, pelo que, em nenhum caso, sairão à luz. Também tem de preencher um número dedicado à descrição da situação do animal, e existe a possibilidade de anexar uma imagem para ajudar na hora de descrever com detalhes as condições em que se encontra. A página web, permite denunciar os casos que ocorrem no Brasil, mas está disponível em vários idiomas, como inglês, francês e alemão, entre outros.

São bastantes cachorros que se encontram em más condições, amarrados com cordas ou com cordas de apenas alguns metros de comprimento, que fazem com que o animal só pode fazer uma série de movimentos, causando problemas físicos e psíquicos. Este tipo de maus-tratos fará com que sua atitude seja medo, e pode até chegar a ser agressivo como reflexo do medo que tem sofrido de forma prolongada. Muitos deles, apesar de ser recebidos não podem deixar para trás esses comportamentos.

A denúncia dos casos mais leves será comunicado ao proprietário dos cães, através de uma carta que pretende consciencializar os danos que sofre o animal por estar acorrentado e fazer com que se disponha as amarras. Nos casos mais graves, proceder-se-á a fazer uma denúncia formal nos tribunais correspondentes. O que pretendem as associações amigas dos animais que criaram esta página é sensibilizar para que se altere o conceito do cão de guarda que cuida da casa e que deixem de existir casos de corrente ou fechamento de varandas.

Category: Sem categoria