O câncer de tireóide pode ser detectado por um cão

Os cães são dotados de, pelo menos, dez vezes mais receptores olfativos que os seres humanos.

cachorros podem ser treinados para detectar através do olfato se um paciente sofre câncer de tireóide, segundo revela um estudo realizado nos Estados Unidos. Para realizar a pesquisa, que foi apresentada na 97º Reunião da Sociedade de Endocrinologia, realizada em San Diego (EUA), foi treinado um pastor alemão chamado Frankie, que tem sido capaz de descobrir se uma pessoa estava doente de câncer de tireóide sniffing em uma amostra de urina do paciente.

O cão adestrado no estudo apontou que 30 34 amostras, pelo que o método apresenta uma fiabilidade de 86,7% na detecção do câncer de tireóide

Para verificar se o treinamento havia funcionado, 34 pacientes ofereceram uma amostra de urina, e realizaram uma biópsia com o objetivo de comparar os resultados. No teste cirúrgica deram positivo 15 das pessoas estudadas, enquanto que as outras 19 não apresentaram câncer.

Ao realizar a prova, Frankie é tumbaba cada vez que detectava que a amostra de urina correspondia a um paciente com câncer de tireóide e, quando era negativa, o animal se afastava. Com este procedimento, o cachorro acertou em 30 de 34 amostras; duas falhas foram marcados como falsos positivos, e outros dois como falsos negativos. Os resultados do trabalho demonstram que o cão conseguiu detectar com sucesso 86,7% dos casos de câncer de tireoide.

de Acordo com um dos pesquisadores, a nova técnica permitiria diagnosticar esse tipo de câncer na sua fase inicial, sem a necessidade de fazer uma biópsia ao paciente, pelo que se evitariam essas irritantes testes e diminuir os custos associados. O procedimento é possível porque os cães são dotados de, pelo menos, dez vezes mais receptores olfativos que os seres humanos, e graças a isso podem ser capazes de detectar o câncer que afeta o tecido tireoidiano.

Category: Sem categoria